Irmãos: como controlar o ciúme com a chegada de um bebê

27 Jul. 2021 / Maternidade / Educação / Dicas

Fonte: Lolly

A chegada de um novo bebê nem sempre é fácil. Tanto para os membros da família, que precisam se adaptar à nova rotina, quanto para o filho, que até então era o primogênito e tinha todas as atenções voltadas para ele.

Para especialistas, não há uma idade ideal para que os pais planejem a chegada de mais uma criança. Mas, a partir dos três anos de vida, a criança já consegue entender o que vai ocorrer. Nessa idade, ela deixou o colo da mãe e está mais independente para realizar algumas atividades. De certa forma, o ciúme pode acontecer, em alguns casos com mais intensidade ou não. Tudo vai depender de como os pais vão lidar com a chegada do novo bebê e como vão conciliar a nova rotina com o primeiro filho.

 

VEJA TAMBÉM: Birra de criança: tudo o que você precisa saber sobre essa fase (Lolly Baby - Escolha de Amor)

 

Dicas de como prevenir o ciúme entre os irmãos

Envolva a criança.

É importante que a criança se envolva na gestação. O ideal é que a aproximação aconteça a partir dos quatros meses, quando a barriga já está aparecendo. Mostre os preparativos do quartinho, do enxoval, peça ajuda na escolha do nome, no enfeite do quarto. Faça com que ela se sinta acolhida e mostre que a opinião dela é importante.  De acordo com a idade da criança, fale que será promovida a ‘irmão mais velho’ e que vai ensinar muita coisa legal para o pequenino que vai nascer. 

E depois que o bebê nascer, peça para ajudar na troca de roupinha, por mais que a criança seja pequena. Ela precisa se sentir segura e parte do processo.

 

Valorize seu filho mais velho.

Ressalte a importância dele para a família e para o irmão que vai chegar. Mostre que ele é fundamental e que o bebê terá muito orgulho de ter um irmão mais velho. 

 

Não mude as atividades e a rotina totalmente.

No começo pode ser difícil, mas preserve a rotina da criança. Não deixe de fazer as coisas que fazia antes da chegada do bebê. Mantenha os horários e a rotina e, se for necessária a mudança, converse com o filho mais velho. Explique o motivo da mudança e o envolva nesse processo.

 

Paparique seu filho. 

Aproveite os horários em que o bebê dorme para ter alguns momentos apenas com o mais velho. Mostre que, apesar da chegada do irmão, você ainda terá tempo para manter atividades com ele.

Nesse período é normal que a criança mostre mudanças no comportamento, como irritação, agressividade e sinais de regressão como: falar como bebê, gritar ou até mesmo ficar mais mimado, querendo chamar atenção. É supernatural e os pais devem passar por esses momentos sem medo, pois, em geral, é passageiro. Procure conversar, perguntar como a criança está se sentindo e o porquê de estar tomando tal atitude. 

 

Se perceber que a situação persiste por um tempo muito longo, procure ajuda de um profissional que irá orientar a maneira mais adequada de lidar com essa situação.

 

Recomendados Para Você:

 

© Copyright 2019 - Lolly Baby - Todos os Direitos Reservados